3 grandes aprendizados com a polêmica campanha da Amazon

Aprenda com a polêmica campanha da Amazon, veja o que fazer e o que não fazer.

3 grandes aprendizados com a polêmica campanha da Amazon

Na semana passada a Amazon liberou um vídeo de sua campanha chamada “Cobrindo o cinza com histórias”. O anúncio foi o primeiro comercial feito para o Kindle, leitor de livros digitais da marca, e causou muita controvérsia e repercussão nas redes sociais. No vídeo, trechos de livros famosos foram projetados pelos muros da cidade de São Paulo.

A ação parece extremamente simples, mas era na verdade uma dura crítica ao projeto “Cidade Linda” do prefeito da cidade, que tem como objetivo pintar as paredes pichadas e grafitadas da cidade.

Amada e também odiada por muitos, a medida é extremamente controversa. São Paulo é uma cidade extremamente colorida, e referência na cena mundial de grafite, o que faz com que muitas pessoas se oponham a ela. A partir disso, a Amazon desenvolveu seu comercial, propondo devolver a arte às paredes da cidade, agora cinzas.

Como resposta, Dória se manifestou através de um vídeo, alegando que o marketing feito pela empresa era oportunista, e pediu para que ela ajudasse “a cidade e quem precisa”, doando livros para as bibliotecas e computadores para as escolas municipais.

Aproveitando a deixa, a Amazon disponibilizou um e-book (livro digital) para cada usuário cadastrado no site, além de prometer a doação de leitores digitais para algumas instituições.

Nesse momento outras empresas viram a oportunidade de expor sua marca também. A KaBum!, loja virtual de eletrônicos, doou computadores e tablets para as escolas municipais. A Saraiva, uma das principais concorrente da Amazon no Brasil, também contatou o prefeito para fazer doações para a cidade. Muitas outras empresas também acabaram contribuindo.

A ação poderia ter dado completamente errado, mas ao final as escolas públicas foram as maiores beneficiadas, tendo recebido doações de livros e computadores. Os clientes da Amazon também foram beneficiados, podendo desfrutar de graça de alguns best sellers e clássicos da literatura inteiramente de graça.

Alguns pontos importantes que podemos levar em consideração ao analisar a campanha são:

  1. Conheça seu público

Estude bem seu público e avalie se as campanhas que você desenvolve serão bem aceitas por ele. Apesar de ter recebido muitos elogios, o anúncio recebeu também uma enxurrada de críticas. Temas políticos são especialmente perigosos nesse sentido. É necessário uma boa pesquisa e planejamento para garantir que ao final a empresa não seja mal vista pelo público.

  1. Tenha sempre um plano de contenção

Ações arriscadas mesmo quando muito estudas e planejadas podem dar errado, pois ao tratar de um assunto polêmico tudo pode acontecer. Por isso, tenha uma estratégia de contenção caso as coisas não sigam como planejadas. Um bom gerenciamento de crise pode salvar até as piores campanhas.

  1. Cuidado com a concorrência

Apesar da Amazon ter ganho bastante visibilidade com o ocorrido, outras empresas ganharam também. Tenha cuidado para não acabar promovendo seus concorrentes, afinal, o objetivo da publicidade é divulgar a sua marca e a destacar das outras.


Gostou deste artigo? Inscreva-se na nossa newsletter para receber mais notícias!

Artigos Relacionados

ARTIGOS MAIS LIDOS