Plano de Marketing: Tutorial passo a passo para montar um plano de sucesso

Plano de Marketing: Tutorial passo a passo para montar um plano de sucesso

Plano de Marketing: Tutorial passo a passo para montar um plano de sucesso

Quer saber como estruturar o seu Plano de Marketing? Continue lendo para entender todos os detalhes sobre como fazer o seu plano de marketing.

Ter um plano de marketing bem estruturado é o primeiro passo para quem vai investir em Marketing Digital.

Isso porque, para ter todas as ferramentas e estratégias funcionando perfeitamente, é necessário ter um plano de ação definido. Só assim é possível aplicar técnicas, prever e mensurar os resultados obtidos com o marketing digital.

Além disso, é preciso estruturar cada passo que será tomado. Esses passos precisam estar de acordo com os objetivos de cada estratégia definida. Para que que assim, seja possível fazer todas as análises a partir de uma base de dados.

O que é um Plano de Marketing?

O Plano de Marketing é a documentação que detalha como vai ser a sua estratégia de marketing. Este planejamento deve conter todas as ações necessárias para atingir os objetivos definidos. Além de incluir as variáveis, implicações e informações que possam complementar o que foi descrito.

Um plano de marketing pode ser montado tanto para empresas, agregando toda a sua cartela de produto. Ou também, pode ser montado para um produto em específico. Outra característica, é o tempo que abrange: podendo ser de um a cinco anos.

Por isso é de extrema importância que cada detalhe seja mencionado no momento do planejamento.

É importante que no plano de marketing informações que podem interferir no sucesso da estratégia sejam acrescentadas. Como por exemplo, canais de distribuição e possibilidade de segmentação por interesses pessoais do público. Dessa forma, ele se torna parte do direcionamento da sua empresa no mercado.

Dentro do Plano constam informações como:

Objetivo da estratégia;
Público que deve ser alcançado — Definição da persona;
Principais concorrentes;
Ações que a empresa já realiza — caso a empresa já tenha começado a estratégia;
Orçamento disponível;
Principais canais de aquisição que devem ser utilizados.

Os tópicos acima são apenas exemplos de informações que geralmente estão presente. Porém, se uma alguma outra informação seja pertinente, coloque-a. Quanto mais detalhes ele tiver, mais completo ele será.

Por que elaborar um Plano de Marketing?

Através deste documento, todos os que estejam envolvidos com a estratégia possuem acesso as principais informações da empresa. Logo, favorece a comunicação e previne erros causados por esse tipo de falha.

Outra função, como o Plano de Marketing possibilita uma previsibilidade maior, ele torna a empresa menos vulnerável a possíveis crises e oscilações do mercado.

Além disso, com ele você tem a oportunidade de acompanhar os concorrentes e suas ações de perto. Assim, você não fica para trás, e também é capaz de ter insights.

E por fim, com um plano de marketing você tem metas e métricas para medir seus resultados, o que gera otimização contínua no trabalho realizado.

Principais benefícios de fazer um Plano de Marketing

A previsibilidade de resultados que o plano de marketing te proporciona, citada acima, é umas das principais razões para você fazê-lo. Além disso, ela também é uma dos seus principais benefícios.

Abaixo estão alguns outros benefícios que um plano de marketing te proporciona:

Auxilia a definir metas

Através da análise de resultados da suas ações de marketing, comparando um período passado com o atual,  é possível definir novas metas. Dessa forma, seu time de marketing terá um objetivo claro a ser alcançado. Está é uma ótimo opção para engajar e motivar os colaboradores da sua equipe.

Traça o caminho para o sucesso

Tentar atingir um objetivo sem um plano, é praticamente uma missão impossível. Dessa maneira, o plano de marketing serve como um guia. Nele os passos que devem ser tomados devem estar claros, e devem direcionar cada departamento da empresa. Assim, ele auxiliará o caminho até o objetivo final.

Possibilita a mudança de direção

O Plano de Marketing não deve ser um documento fechado. Ou seja, ele não pode ser algo que não pode ser alterado. Devem-se deixar sempre lacunas em aberto, caso novas oportunidades surjam no futuro.

Isso porque, caso uma ação não esteja dando o resultado esperado, ela poderá ser alterada. Modificar estratégias e fazer diversos testes são esforços necessários para atingir bons resultados.

1º Passo: Defina os profissionais envolvidos

Depois de contextualizarmos sobre o que deve conter em seu Plano de Marketing, chegou a hora de colocar a mão na massa.

O primeiro passo que deve ser tomado é definir quem será o responsável e quem vai se envolver com o projeto. Como esse documento é algo que precisa estar sempre atualizado, é necessário que pelo menos uma pessoa o acompanhe de perto. Esse profissional terá como atividades elaborar o plano, analisá-lo de tempo em tempo, verificar métricas e propor testes.

O profissional que tem as habilidades e capacidade a técnica de exercer essa função, é da área de marketing, com formação em métricas, análise de dados e estratégia. Caso você deseje capacitar profissionais ou até mesmo se especializar nessa área, uma das maneiras é realizando cursos de extensão ou workshops temáticos. A Aporama realiza cursos de marketing digital em São Paulo e workshops de marketing digital no Rio de Janeiro, voltado para essa capacitação dos profissionais para as áreas de marketing, digital, análise de dados e métricas.

Entenda mais sobre as vantagens de realizar uma especialização na área com nosso artigo:

2º Passo: Faça um estudo do seu negócio

Após definir o responsável pelo projeto, é necessário fazer um estudo do negócio. Ou seja, é preciso estruturar a sua empresa e também o mercado onde está inserida.

Portanto, ao fazer o panorama mercadológico, você pode utilizar informações recolhidas nos seguintes canais:

Pesquisas com clientes

Tenha em mente que os clientes são uma excelente fonte de informação sobre a empresa. Isso, porque eles podem te informar quais são as principais dificuldades que enfrentam, e como você os ajuda a solucioná-las. Dessa forma, você é capaz de compreender melhor o valor do seu negócio.

Relacionamento com colaboradores e fornecedores

Além dos clientes, outra fonte de informação valiosa são pessoas que se relacionam diretamente com a sua empresa.

Artigos em blogs especializados

Blogs são fontes valiosas de conhecimento e muitos blogs contém informações e análises detalhadas sobre o mercado, concorrentes e até mesmo inovação. Por exemplo, no Blog da Aporama, cobrimos as temáticas de marketing digital, inovação, novidades do mercado e tendências de tecnologia.

Notícias sobre o mercado

É importante estar sempre atento ao que está acontecendo no mercado. Portanto, acompanhe de perto o que os seus concorrentes estão fazendo. Além disso, esteja atualizado sobre as principais novidades na área e que podem influenciar no funcionamento da sua empresa.

Conferências e feiras do mercado

Participe dos principais eventos e exposições do seu mercado. Nele você encontrará ótimas oportunidades de estudar sua concorrência, e saber o que seus parceiros estão fazendo de diferente.

Memória organizacional

Documentar o histórico de ações que já foram feitas pela sua empresa é uma hábito extremamente útil. Ao analisar resultados dessas ações, é possível ter insights sobre o que se deve fazer ou não futuramente.

Os canais citados acima são apenas alguns exemplos. Há diversas outras fontes de pesquisas de mercado, não se limite apenas a elas. Toda e qualquer informação que possa ser válida nesse momento inicial pode — e deve — ser adicionada.

3º passo: Conheça a sua persona

É necessário que toda ação de marketing seja bem segmentada, ou seja, tenha um público-alvo específico. Querer alcançar públicos diferentes com a mesma estratégia e abordagem é dar um tiro no próprio pé.

Por esse motivo, um dos primeiros passos a ser tomado é a definição da persona. Com a definição da sua persona é possível criar uma estratégia específica para ela, que atenda os seus interesses.

Após a conclusão desse passo, será mais fácil nortear todos o seu plano de marketing. Pois dessa forma, todas as ações irão estar de acordo com o seu público. E, assim, as chances de sucesso serão altas.

4º passo: Elabore o planejamento estratégico

Por mais que o Plano em si já seja uma estratégia de planejamento como um todo, esse passo demanda uma tarefa específica. Nesse momento, você já estudou um pouco mais sobre o seu mercado e sobre o seu público, então chega o momento de colocar no papel quais são as ações de marketing que sua empresa realizará.

O ideal aqui é começar com um processo de brainstorming, ou seja, de listar inúmeras ações, campanhas e atividades diferentes que poderiam potencialmente ser feitas. Alguns exemplos para te guiar nesse processo são:

O Plano de Marketing já é um planejamento de marketing, porém é planejamento do todo. Além dele, é importante ter um planejamento estratégico mais específico.

Depois de pesquisar sobre o mercado e o público, é necessário documentar quais as ações de marketing que serão realizadas.

Comece com um brainstorming, liste diversas ações, campanhas e atividades diferentes que poderiam ser realizadas. Alguns exemplos que poderiam ser facilmente implementados são:

  • Facebook Ads;
  • Google Ads;
  • Produção de conteúdo para blog;
  • Vídeos no youtube;
  • Ações com influenciadores digitais.

Liste toda ideia de ação que tenha. Somente após esgotar todas as opções, selecione quais serão aplicadas e a ordem.

Entenda mais sobre as possíveis ações de marketing com esses conteúdos:

5º passo: Defina estratégias e prazos

Agora que a sua lista de possíveis ações está pronta, o próximo passo é cruzar todos os dados coletados até agora. Faça uma análise dos dados coletados da sua persona, entendendo o seu comportamento de compra e processo de decisão. Em seguida, defina quais das ações, anteriormente listadas, são essenciais. Ou seja, as que não podem deixar de serem feitas.

Neste 5º passo, também é importante avaliar a estrutura da sua equipe. Opte por ações que podem ser realizadas com o orçamento que está disponível, e também com a equipe já existente.

Após escolhidas as ações,  defina os principais indicadores de sucesso de cada uma delas. Chamados de KPIS, esses indicadores são utilizados para medir o desempenho e sucesso de uma empresa. Ou seja, através dele você saberá se sua estratégia está dando certo, ou se precisa modificá-la.

É importante que os KPIs estejam documentados no Plano de Marketing. Dessa forma, futuramente, será possível entender o que aconteceu no passado.

6º passo: Acompanhe de perto

Agora você já fez toda a pesquisa inicial, definiu métricas e os KPIs, chegou a hora de colocar o plano em ação.

Coloque em prática as as ações que foram traçadas no Plano, e acompanhe de perto os resultados. Com as ferramentas de acompanhamento em tempo real, as estratégias de Marketing Digital  podem ser analisadas conforme a necessidade.

Uma dica de ouro é: além de acompanhar as suas estratégias, fique de olho em que os seus concorrentes estão fazendo.

A análise de concorrência não deve ser algo pontual, e sim recorrente. Pois, assim como você, o seu concorrente também está procurando formas de se reinventar e melhorar.

7º passo: Revise de tempos em tempos o Plano de Marketing

O último passo do seu Plano de Marketing é o fechamento de um ciclo. Como falamos no início do post, o Plano de Marketing é um documento incompleto, já que precisa ser atualizado de tempos em tempos com informações frescas e relevantes.

Portanto, após colocar em práticas as ações e analisá-las, você precisa preenchê-lo com os resultados alcançados. E, documentadas informações importantes sobre sucessos, fracassos e principais dificuldades encontradas no caminho.

Dessa forma, caso for necessário regressar a etapa de definição de ações é possível encontrar novos caminhos de sucesso. Além de facilitar definir novos KPIs, ou estruturar novas estratégias.

O Plano de Marketing não chegará ao fim.

A melhor estratégia é continuar procurando por formas de realizar o melhor trabalho, sempre analisando o que aconteceu anteriormente e planejando um caminho ainda melhor para o futuro.

Esperamos nosso post tenha ajudado nesta tarefa! Se quiser contar pra gente como está o andamento do seu plano de marketing e seus primeiros resultados, é só falar com a Aporama nas redes sociais: Instagram, Facebook e Linkedin.

Para não perder nenhuma atualização, acompanhe nosso blog (toda semana tem post novo!). Veja também nosso conteúdo no Instagram, Facebook e Linkedin. Você pode também assinar nosso feed de notícias para ler com seu leitor preferido. Se preferir receber as notícias direto na sua caixa de e-mails, é só assinar nossa newsletter 😉

Artigos Relacionados